Web Radio Jesus Cristo Gospel: Ação no Rio lembra o Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose

quarta-feira, 23 de março de 2016

Ação no Rio lembra o Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose

Para lembrar o Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose, a ser comemorado amanhã (24), o Rio de Janeiro promoveu hoje uma ação, organizada pela Secretaria Municipal de Saúde, para conscientizar as pessoas sobre importância do combate à doença, que ainda hoje atinge a população.

Leia mais notícias em Ciência e Saúde

O evento Tuberculose tem cura contou com atividades como jogos educativos e rodas de conversa, na Praça Mauá, região central da cidade. A coordenadora de Doenças Transmissíveis da Secretaria Municipal de Saúde, Patrícia Durovni, falou sobre a importância do debate, destacando que existe até hoje uma "forte impressão" de que a tuberculose é enfermidade antiga, que não atinge mais a população nos dias de hoje, mas que isso não é verdade.

“Na cidade do Rio, ainda temos a incidência de 88 casos da doença por 100 mil habitantes. O número sofreu uma leve queda em vista de anos passados, mas ainda não é satisfatório. O fato das pessoas relaxarem, achando que tuberculose é doença do século passado, contribui para que ela se fortaleça e faça mais vítimas."

Patrícia revelou que, em 2013, foram registradas mais de 300 mortes por tuberculose na cidade do Rio de Janeiro. Segundo ela, uma das causas é que as pessoas acreditam já estar curadas e acabam deixando a doença chegar a estágio avançado.

“É porque o tratamento da tuberculose, após um mês, já mostra fortes sinais de melhora, mas isso não implica em uma cura. Para estar curado é necessário tomar a medicação adequada, durante os seis meses recomendados pelo profissional de saúde”, afirmou. Em casos de tosse por mais de três semanas, perda de peso e fraqueza, a coordenadora recomenda que se procure qualquer unidade de saúde da cidade para fazer o exame, que é novo no país, para detectar a doença.

“É algo inovador, é o que existe de mais avançado em tecnologia médica no mundo. Esse exame detecta o DNA do bacilo causador da tuberculose, mostrando como derrotá-lo, e se ele será resistente a algum tipo de medicação, o que facilita muito o processo de diagnóstico, tratamento e cura da doença. Sem dizer que o resultado sai em apenas dois dias, possibilitando uma recuperação eficaz”, disse.

A tuberculose é uma doença infecciosa causada pelo Mycobacterium tuberculosis, ou bacilo de Koch em homenagem ao seu descobridor, o bacteriologista alemão Robert Koch, em 1882. Apesar das inúmeras localizações possíveis da doença, em cerca de 90% dos casos, inicia-se pelos pulmões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário