Web Radio Jesus Cristo Gospel: Hieresias

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Hieresias

Igreja Hillsong de Nova York flerta com a agenda GAY

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
A Igreja Hillsong, uma das maiores do mundo, famosa principalmente por causa do seu ministério de louvor se envolveu em um escandalo nos ultimos dias. A polêmica  ordenação de casal homossexual para liderança de um de seus ministérios de louvor da igreja de Nova York tem repercuido negativamente nos canais de comunicação da igreja.
O fato está ligado à Josh Canfield e Reed Kelly, casados e ex-participaram de um reality show nos EUA, e que são abertamente gays. Para o site Playbill.com, Josh declarou que assumiu a homosexualidade para a Hillsong recebendo em troca compreensão e amor de sua liderança, que aceitou a condição dos dois: “Abri o jogo com minha igreja. Eu sou parte da Hillsong NYC. Sou um dos seus líderes de louvor. Eles foram incríveis. Nada mudou. Agora estou completamente ‘fora do armário’, junto com Reed, que também canta no coro”, disse ele.
A denominação tem sido cobrada para se manifestar sobre o casamento gay, questão amplamente discutida nos EUA, uma vez que várias igrejas aceitam e apoiam a causa gay. A informação foi publicada pelo site Today Christian.
A Hillsong de Nova York atrai mais de 7.000 pessoas por semana. Seu pastor, Carl Lentz, tem um visual ‘descolado’, conhecido por seu estilo mais liberal de dirigir a igreja e possuir amizade com muitos artistas, celebridades do mundo do cinema e esporte, inclusive Justin Bieber, que frequenta a igreja. Pelo que parece a igreja segue uma tendência nos EUA, de desmistificar a questão homossexual.
No ano passado o pastor desta mesma igreja disse que Jesus nunca liberou nenhuma palavra condenatória contra os gays, por isso eles não deveriam ser repelidos das igrejas.
Na sede da Hillsong, na Austrália, não existe esse tipo de ensinamento feito de forma oficial. Por lá, a inovação no louvor foi apenas a inclusão de músicas seculares. Seu fundador e líder Brian Houston declarou ao jornal The New York Times que a igreja mantém uma “conversa contínua” sobre o assunto.  Na mesma matéria do Times, os nomes de Canfield aparecem citados como “líder do coral”.
Lentz ignora obviamente todas as vezes que Jesus disse que veio para cumprir a lei, isso inclui os textos do Antigo Testamento onde o homossexualismo é tratado como pecado e abominação. Em entrevista ao site Christian Today, ele foi mais enfático: “Nós temos um monte de homens e mulheres gays em nossa igreja e oro para que sempre tenhamos”.
No site oficial da igreja não há menção de quem seja o líder de louvor, tampouco algum aviso negando as declarações de Canfield e Kelly. Contudo, no site da igreja no Facebook, há dezenas de comentários sobre o assunto. Até o momento não há nenhum tipo de esclarecimento por parte da mídia oficial da igreja Hillsong de Nova York.
“Muitas igrejas ditas evangélicas estão tentando serem relevantes  no atual contexto cultural pagão que vivemos. Na verdade elas estão dando as costas para  Deus para serem recebidas pelo mundo!”, disse o presidente da VINACC (Visão Nacional para a Consciência Cristã), Euder Faber.

Nenhum comentário:

Postar um comentário